quinta-feira, 5 de outubro de 2017

É Em Cadeira-de-rodas Que A Sociedade Revela-se

Ainda existem diversos homens
São eles muito politizados
Eles jamais admitem
Às margens dos estado

Não são as vossas pessoas
Não sentem-se obrigados
Buscam sempre mesmos
É serem exaltados

Está sim, diante dos olhos
Sublimemente e óbvio
A sociedade degrada-se

Sua pessoa importa-se?
Em cadeira-de-rodas
Empiricamente revela-se

Nenhum comentário:

Postar um comentário